13 de agosto de 2014

Os meus!


Essas fotos são de junho, e assim como muitas fotos que tiro da minha família, saem da câmera e ficam ali paradas no computador. E a vida vai passando, é uma correria e raramente as minhas fotos pessoais estão na minha lista de prioridades, falha minha!
Tem algumas fotos e momentos que mesmo que estejam assim escondidos, eles ficam flutuando na minha mente, assim como aquelas cenas de um filme que vimos ou de um livro que lemos.
E hoje, em uma conversa à fora com umas amigas em um post, falamos sobre fotografar os filhos e o cotidiano e muitas referências. Durante o papo, essas fotos daqui não saíram da minha cabeça....
O alarme tocou!! Chegou a hora de dar uma pausa em tudo para dar a devida atenção e prioridade somente a elas!

Simplesmente adoro fotografar na praia!! Faça chuva, faça sol, juro que não me importo nada com esse clima de praia no inverno, aliás acho muito interessante (para passear e fotografar), sem contar a grande vantagem de ter uma praia vazia só para a gente.

Fazia um tempo que não fotografava os meus, assim juntinhos. E como é bom fotografar com toda a liberdade e tempo, sem expectativas e sem cobranças pessoais de "ter que fazer a foto".
Adoro esses momentos de pura liberdade de  · não-pensamento ·  ao fotografar, simplesmente fotografar o que sinto e o que vejo, sem mais nem menos.












































A história termina assim mesmo, no meio da brincadeira de splash que além de me molhar, molhou junto a câmera. Faz parte!! Afinal, quem está na chuva é para se molhar, não é mesmo ;)


  

· · ·
Rafa, Mari e Lú, obrigada pela conversa de hoje! Às vezes preciso de empurrãozinho, mesmo que não seja um empurrão direto e seja assim como foi, falando descompromissadamente sobre referências pelo mundo e outras inspirações...  Fazia, tanto mas tanto tempo que queria me dedicar a essas fotos mas não me permitia... Obrigada!!! Vocês não imaginam como me fez bem <3
· · ·

Nenhum comentário:

Postar um comentário