28 de dezembro de 2015

Fotos no papel, projeto 2016!


Essa foto vai completar um ano daqui alguns dias e essa deve ser a 3a vez que vejo ela.
É simples, é real, quando vejo consigo me trasnportar para esse dia, como se fosse ontem, sinto até o cheiro dos pinheiros. Mas porque raios me esqueci dela? E quantas outras fotos como essa não estão por aí perdidas nos meus hd's tomando poeira digital?

Essa é uma culpa que sinto e carrego pela vida, dou pouca atenção e deixo as minhas fotos pessoais de lado. Consigo contar nos dedos de uma só mão o número de álbuns que tenho em casa, é até ridículo! Enquanto isso fico vendendo a idéia de imprimir fotos e fazer álbuns para meus clientes. Falo porque acredito verdadeiramente na importância de ter as fotos físicas para segurarmos com as mão e tê-las sempre ao nosso alcance. Mas chegou a hora de acabar com essa hipocrisia e cuidar um pouco da minha horta.

Nem pretendia vir aqui no blog para falar disso e venho quase como forma de manifesto para eu não me esquecer, para puxar a orelha mesmo, para eu olhar para essa realidade que eu criei para mim mesma e quem sabe ajudar e incentivar alguém que vive o mesmo drama. Chegou a hora de tomar vergonha na cara e quebrar esse ciclo vicioso.
É muito cômodo eu me apegar a desculpinha esfarrapada de que não tenho tempo (fato!) e que já passo boa parte do tempo no computador editando fotos para clientes e que se tivesse que passar mais tempo me dedicando as minhas fotos passaria o dia no computador e não teria mais vida.
Na boa, vai te catar Caroline! Já perdi as contas de quantas vezes falei e repeti isso como se fosse um mantra para me tranquilizar da triste realidade da tal "falta de tempo" que criei para mim, enquanto tenho 4 álbuns com fotos de verdade na minha casa. Para ser sincera, tenho 1 álbum com foto de verdade de 2007 e mais 3 álbuns diagramados.
Para ser bem mais sincera mesmo, tenho muitos álbuns com fotos de verdade com fotos de 1980 e bolinha à 2006, que foi até a época que fotografei com filme. Então esses álbuns não estão entrando na conta, nada de tratar foto, e também era em uma época em que a fotografia era só um hobbie.
Só para dar gravidade ao fato, estou falando de quase 9 anos de fotos digitais praticamente intocadas. Quando paro para pensar assim tenho vontade de chorar. Mas calma...
No fim é tudo questão de prioridade e de se organizar, o resto é mimimi pós-contemporâneo que passamos de fato a acreditar que não temos tempo, sendo que gastamos boa parte desse pouco tempo que temos fazendo sei lá o quê na internet e no fim do dia mal lembramos o que fizemos.

Então meu projeto #1 para o ano que vem já começou! Vou botar ordem nesse galinheiro e imprimir logo essas fotos e provar que o tempo é a gente faz, é só querer!


Um pouco do meu processo para quem interessar:

Para não me sobrecarregar e me sentir que nem a Tristeza do Divertidamente e desistir logo na primeira meia hora, resolvi que vou trabalhar de trás para frente. É muito mais fácil tratar foto do que aconteceu agora do que fotos do remoto setembro de 2008. Meu objetivo é cuidar primeiro das fotos de 2015 e deixar as fotos dos outros anos para depois. Quando? Não sei, mas será em breve. Se conseguir incluir só umas 2-3 horinhas por semana para me dedicar a isso, em um mês já consigo tratar todas as fotos de 2015 e depois vou para os outros anos e vou cuidando aos poucos sem pressão mesmo que demore 3 meses ou mais para cada ano.
O primeiro passo foi (e será) selecionar quais fotos são as favoritas. Uma sentada, algumas horas e alguns cafés, das 4200 poucas fotos com a câmera restaram 1055 queridinhas. E não, não vou tratar todas, essa foi a primeira seleção, ainda vou peneirar mais e tratar só o que for imprimir mesmo.
Para quem questiona como e onde faço isso, uso as collections do Lightroom (software que uso para edição). Depois que descobri como usar essas tais collections mudou a minha vida, sério! Consigo me organizar de uma forma muito melhor, sendo para trabalhos ou fotos pessoais, crio quantas pastas (coleções) virtuais quanto quiser, nada de foto duplicada ou foto ocupando espaço. Aliás o Lr é foda!  Olha só como fica:


Aqui já estão as fotos favoritas que separei de cada mês e enquanto for tratando vou colocá-las com o simples toque da tecla B na última pasta "para imprimir".  Está vendo esse + ao lado da pasta? Uma vez que você define qualquer coleção como "target collection", o + aparece e o a tecla B põe e tira qualquer foto dessa coleção. Depois que aprendi isso comecei a me organizar só dessa forma para tudo!




E depois é simples, é só imprimir. Ainda não sei muito bem o que fazer com as fotos mas dificilmente farei um álbum diagramado, os que normalmente faço para clientes. Provavelmente se for fazer algum diagramado será de alguma situação ao estilo "mini-ensaios de 5 minutos", farei em um mini álbum bem pequeno como se fosse um livro para as crianças mesmo. Já tenho um aqui que amo, outro dia quando aumentar a coleção eu mostro.

Já pensei também em colocar naquele bom e velho álbum de saquinho plástico mas gostaria de um álbum grande e o que vi por ai não gostei, preciso pesquisar melhor algumas opções. Alguém conhece algum lugar legal onde venda esses álbuns com opções de tamanhos diferentes e capas sem muito frufru?

Por enquanto a idéia que estou mais propensa a fazer é o que já tenho feito nos últimos meses, colocar as fotos em uma caixa. Fica tudo junto e misturado e no momento não estou me incomodando com essa baguncinha boa. Gosto da idéia de quando for procurar alguma foto, vou acabar espalhando as fotos todas pela mesa e vou me perder em várias lembranças. Acho que prefiro assim do que ter as memórias construídas em uma linearidade.
Caso eu queria saber a data exata, como já renomeio cada foto incluindo a dia que foi tirada, consigo saber. O nome do arquivo aparece no verso da foto então consigo saber exatamente o dia.
Por exemplo, essa foto de cima se chama 20150108_cr_020.CR2, então é a foto 20 do dia 08/01/2015, a data está de trás para frente. Depois que você se acostuma esse palavrão de números ajuda muito na hora de se organizar. Se alguém quiser saber algumas dicas de organização, dá um alô que posso fazer um post mais para frente.



minha caixa querida e amada! quando estiver pronta, muito em breve (só para não perder o otimismo), faço uma foto mais bonitinha com a câmera.


o verso da foto.
 20131231 = dia 31/12/2013, conseguiu entender a lógica?




Enfiiim, daqui um tempo como vou estar com esse projeto super encaminhado (não é mesmo?! hehe) volto para contar o que resolvi fazer, se foi caixa mesmo, se foi álbum, se consegui tratar fotos dos últimos 4 anos ao longo de 2016, já pensou que incrível!!!
Mas no fim não importa o que raios vou fazer com essas fotos e onde vou guardar, desde que eu as tire desse computador e as transforme em papel!!! O melhor back up é no papel, não tem jeito!

E para terminar fui pesquisar no meu insta pessoal, que está abandonado tadinho (aliás, me deu uma saudades!!) e encontrei essa foto de uns 2 anos:




Viu?! Esse lance de fotos impressas e a minha culpa por não imprimir nunca sai de moda rsrs. Mas espero mesmo que em 2016 esse assunto fique obsoleto!

Bom, como provavelmente não volto mais aqui até ano que vem, um ótimo 2016 para você!
Que seja um ano menos conectado com essa virtualidade que vivemos hoje em dia, e mais em conexão com alma e as coisas simples da vida. Com mais pé no chão e contato com a natureza, com mais tempo e brincadeiras com as crianças. Com encontros com direito à abraços apertados e risadas. Com livros e cadernos e menos telas. Com muitas lembranças boas e muitas fotos - no papel - claro ;)


2 comentários:

  1. Oi Carol! Acompanho teu blog já tem tempo e simplesmente me perco na beleza das tuas fotos! Eu sou muito acumuladora de fotos e tenho essa encrenca com fotos armazenadas no computador também hahaha esse seu post me inspirou bastante viu! Espero que tua seleção dê certo e pretendo acompanhá-la com muito carinho! Obrigada pela mensagem de fim de ano e saiba que lhe desejo o mesmo! Que seu ano de 2016 seja repleto de "coisas da alma" e mais cadernos e livros e menos tela assim como tu disse! Um beijo! <3

    ResponderExcluir
  2. Oi Fernanda!
    Ah que delicia saber que você acompanha e gosta do meu trabalho, fico muito contente!
    Acho que é o mal do século acumular fotografias né? Hoje com o mundo digital é tão mais fácil mas ao mesmo tempo tão mais complicado organizar esse mar de arquivos... Que bom que esse post te inspirou, espero que você consiga se organizar.
    Vou te falar que em 3 dias resolvi todas as minhas fotos desse ano, foi incrível! Um trabalho árduo mais na parte da seleção do que no tratamento das fotos. Foi muito bom poder relembrar de tantos momentos, os mais simples e rotineiros são os que mais me encantam e tinha me esquecido do tanto que tinha fotografado esse ano.
    No fim parece muito mais difícil do que é, uma hora que você põe a mão na massa a coisa flui! O ideal é ir separando por meses/evento, assim temos a impressão que o volume é menor e fica mais fácil hehe
    Vale muito, muito a pena, não desista e nem se desanime, o resultado de ter todas essas fotos selecionadas e impressas é um dos melhores presentes para a vida!
    beijo grande e um ótimo ano para você!
    ps: estava meio fora do ar por isso só te respondi agora ;)

    ResponderExcluir