25 de março de 2015

A espera de dois

Conheci a Má no Mercado San Miguel em um dia frio de um inverno sem fim. Foi um encontro às escuras rsrsr, ela e o marido tinham acabado de chegar em Madrid e fomos lá conhecer eles e dar um suporte aos recém chegados. Ela deve ter se assustado com a minha "animação" em relação à cidade e ao inverno que de certa forma me congelou um pouco.
Conversa vai, conversa vem, a gente percebe que o mundo para variar é pequeno mas a gente não imaginava que seria tããoo pequeno assim. Quando ela me disse que fez nado sincronizado por anos, me lembrei de uma única pessoa que conheci que fazia, uma quase vizinha com quem nossas mães faziam rodizio para nos levar para a escola, a Marina.
Pois é, não disse que o mundo é pequeno?!
É engraçada a forma que a vida acontece, os encontros e desencontros, quem diria que o mundo daria essas exatas voltas e nos encontraríamos lá longe depois de quase 20 anos!

Ela foi minha referência brasileira em Madrid, ela entende um pouco do que vivi lá, de como era a vida, os choques culturais, a delícia de caminhar pela cidade, barritas con tomate, as comidas boas (e as ruins), o que é fazer absolutamente nada em um lugar estranho e atraente, as lições de espanhol que a gente fingia que fazia, os sotaques e portuñol... enfim, coisas que acho que só ela entende quando conto para alguém sobre a experiência de ter vivido na Espanha.

E olha só para ela hoje, mãe, linda! Ela me acompanhou na minha gravidez, e agora é a vez dela, com um menino e uma menina (quer coisa melhor?!). Bebês tão desejados a tanto tempo! Me enche de orgulho vê-la assim!!
Que vocês sejam muito felizes, sempre!
Não vejo a hora de conhecer esses dois pinguinhos de gente <3
















quadrinhos de Madrid <3





Nenhum comentário:

Postar um comentário