21 de agosto de 2015

Crazy little things































































































Como não amar fotografar essa família e esses dois?!
Eles são que nem gato e rato, sapecas e não param,  não poderia amar mais toda essa bagunça e movimento!  

Com eles tive a total liberdade de fotografar do meu jeito, com minha identidade de início ao fim, sem pose ou sorriso feito. Fotografei eles sendo verdadeiramente eles!
É essa lembrança que vai ficar, dos risos ecoando pelo corredor, dos abraços quentinhos da mamãe entre um esconderijo e outro, da roda da saia e cabelo voando e todas as outras brincadeiras arteiras.
Não tem nada mais recompensador que isso!
Poderia fotografar eles todos os dias, juro 

E se você também tiver pipoquinhas por aí e quiser guardar esse tipo de memória para sua família, por favooorr me chama! Não tem nada que eu ame mais (além das minhas 2 pipocas, claro) do que fotografar uma baguncinha boa como essa.
Kids being kids ❤  Não tem nada mais bonito do que isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário